Produtos por marca #N/D
Modelo: Livro
Disponibilidade: 106
R$3,00

Hipólito José da Costa conta que o Tribunal o mantinha incomunicável e submetia-o a sevícias morais e psicológicas. Pedro Braga, no prefácio, escreve: “O seu ‘crime’, que, aliás, não estava tipificado como crime em nenhum diploma legal, era o de ser pedreiro-livre, ou maçom, filiado em uma loja situada no estrangeiro. Os inquisidores queriam assimilar tal fato à heresia e condená-lo por isso.” Hipólito da Costa, fundador do jornalismo brasileiro, deu provas de grande força moral ao enfrentar com altivez seus algozes. Este livro, além de dramático relato de uma injustiça em nome da religião, é uma contundente defesa das liberdades públicas, aí compreendida a liberdade de consciência. 133 páginas

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
Imagem antispam