Produtos por marca Conselho Editorial - CEDIT
Modelo: Livro
Disponibilidade: Em estoque
R$5,00

Na primeira metade do século XIX, alguns dos mais notáveis protagonistas da cultura brasileira tiveram sua vida imbricada à de outros grandes vultos da época. Dessa maneira, João Lisboa foi aluno de Sotero dos Reis, em São Luís, amigo e biógrafo de Odorico Mendes (tradutor da Odisseia, de Homero), e, na capital de Portugal, substituiu o poeta e amigo Gonçalves Dias na missão de recolher, mandar copiar por amanuenses e enviar pela delegação brasileira em Lisboa documentos fundamentais da nossa História. José Veríssimo (entre tantos outros como Sílvio Romero, Joaquim Manuel de Macedo, Gonçalves Dias e até mesmo o modernista Ronald de Carvalho) apontou em relação à produção de João Lisboa: “É uma obra [Jornal de Timon] que tem merecido os maiores elogios dos mais abalizados críticos nacionais e estrangeiros. Por muitos aspectos é porventura ele o mais poderoso escritor brasileiro.” Munido de precisa bibliografia e com acesso a documentos do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, o prof. Arnaldo Niskier, ocupante da cadeira da Academia Brasileira de Letras cujo patrono é João Lisboa, empreende neste livro não apenas o relato da biografia do grande historiador, mas também estuda a obra do ilustre maranhense. João Francisco Lisboa (Pirapemas, 1812 – Lisboa, 1863), além de historiador, foi político e jornalista. A vida do padre Antônio Vieira e Jornal de Timon são algumas de suas obras que sobreviveram ao tempo. Esta reedição de João Francisco Lisboa, o Timon maranhense, do prof. Arnaldo Niskier, é a homenagem que o Conselho Editorial do Senado Federal presta ao escritor e homem público João Lisboa no ano de seu bicentenário.

Livro
Ano de edição 2012
Autor Arnaldo Niskier
Quantidade de páginas 132 p.

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
Imagem antispam