Produtos por marca Conselho Editorial - CEDIT
Modelo: Livro
Disponibilidade: Em estoque
R$16,00

Resultado das expedições do político, militar e etnólogo Couto de Magalhães (1837-1898) pelo interior do Brasil e seus frequentes contatos com os índios, aos quais se refere como “selvagens”, como era comum na época.

Publicada em 1876, a obra dividia-se em duas partes. Na primeira, chamada “Curso de língua tupi viva ou nheengatu”, Magalhães declara o objetivo de tornar possível a comunicação entre pessoas letradas (isto é, alfabetizadas) com os indígenas. Na segunda parte, intitulada “Origens, costumes e região selvagem”, ele procede à sistematização de seus conhecimentos advindos de suas incursões nos sertões do País. Esta edição do Conselho Editorial do Senado contém a segunda parte, acrescida de dois apêndices e de um índice onomástico. Em outro volume será reeditado o curso da língua geral, compreendendo o texto original das lendas tupis.

A maior parte do material etnográfico coletado por Couto de Magalhães para a escrita de O selvagem proveio da província do Grão-Pará, da qual Magalhães havia sido governador. O livro fora encomendado a ele por dom Pedro II, o que evidencia o alinhamento político do autor com o Império.

Livro
Ano de edição 2019
Autor Couto de Magalhães
Editor Conselho Editorial do Senado Federal - CEDIT
Quantidade de páginas 272 p.

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
Imagem antispam