Fábrica da Pedra (Conselho Editorial) - 9788570185198

R$16,00

Em estoque

Dê Sua Opinião Sobre o Produto

Resumo

Esta é uma obra ficcional sobre a figura polêmica do industrial Delmiro Gouveia, personagem histórico e mítico da modernização e industrialização do sertão alagoano no início do século XX. Assassinado supostamente por interesses estrangeiros contrariados, Gouveia é símbolo do capitalismo nacional emergente e do processo de independência econômica do Brasil.

Fábrica da Pedra (Conselho Editorial) - 9788570185198

Detalhes

Delmiro Gouveia, aproveitando a energia elétrica da usina de Angiquinho, construída por ele na cachoeira de Paulo Afonso, funda a empresa Fábrica da Pedra, para a produção de linhas de costura, contrariando o monopólio inglês da Machine Company. Da inauguração da fábrica em 1914 até o assassinato de Gouveia, em 1917, o sertão alagoano transformou-se com a irrigação das terras e a instalação da companhia, criando novas relações sociais e trabalhistas.

Essa saga é contada por Pedro Motta Lima (1897, Viçosa – 1966, Praga), que foi jornalista de grandes jornais da capital da República, como O Globo, Correio da Manhã, O Jornal, entre outros. Além de ter sido fundador e diretor de A Manhã, foi membro do Partido Comunista e participou de todos os movimentos políticos e sociais de sua época, destacando-se na luta pela liberdade de expressão e pela melhoria das condições sociais do povo brasileiro. Além de Fábrica de Pedra (1962), na bibliografia de Motta Lima constam livros como O coronel Louzada (1927) e Bruhaha (1930), prêmio da Academia Brasileira de Letras. 297 páginas


Principais Características

Autor: Pedro Motta Lima
Ano Edição: 2013
Número da edição:
Editor: Senado Federal - Conselho Editorial

Tags do Produto

Use espaços para separar as Tags. E aspas simples (') para frases.

Carregando, favor aguardar ...
Processando, favor aguardar ...
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11